segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Amor me desperte para a vida.
E acenda meu sorriso apagado
Cicatriza a minha ferida
Me aqueça com seu doce abraço.
A dor de alegria interrompida,
E inquietude dos meus passos apressados
É que já não posso andar sozinha
Sem você sorrindo ao meu lado.
A flor que já murchou com o dia,
O tempo, a distância, o espaço...
O vazio dessa tarde tão cinza
Esse meu coração bagunçado.
Meus olhos que tristonhos repousam
Sob a luz do nosso retrato
Meus dedos tocam o seu rosto
Emoldurado e empoeirado.
E a vida segue seu curso
E com as horas já não sei o que faço
No meu peito apertado, um soluço...
No meu rosto a tristeza, o cansaço.

Um comentário:

  1. as vezes um novo amor e a melhor soluão , mas vezes nem isso ajuda.

    ResponderExcluir